Atuação Lírica

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Viagem

   
  Longe, distante do teu amor, sinto-me perdido; Procurando compreender a dúvida que atinge meu coração...
     Porque será que o destino é tão cruel a ponto de afastar-nos um do outro?
Juntos, desfrutamos de um doce chamado vida; Pedras no caminho logo são superadas, quão bom será o dia o qual possa encontrar-te novamente para resumir todo meu sentimento em uma única frase: "Eu te amo".

Luiz Gonzaga

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Acima do nível do mar


Longe, distante, além do sol nascente,
Viajando e envolvendo-se nas mais profundas descobertas
Descobrindo encantos em todo canto que juntos estamos,
Juntos vivemos encantados.
Percorrendo caminhos, desvendando mistérios
Buscas e despedidas, um amor vai, o outro vem.
O sol se ausenta. O céu se tinge de azul escuro;
Acerto de detalhes, arranjo de uma bela canção
Sonora melodia, espírito que envolve a alma;
Nuvens te vestem, diamantes refletem o brilho de teus olhos
Beleza singular, curvas sensuais:
Em suas mãos, sinto a mais terna pureza
Em seus olhos escrevo veras epopeias
Contato verbal entre olhares...
Somos felizes e ninguém pode ser mais que nós.
Feitos um para o outro, assim somos;
Junto de você quero estar
Voando pela imensidão do inexplorável universo azul
A fim de relatar e absorver desejos
Acima do nível do mar...


Luiz Gonzaga

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Cotidiano


      Mais um dia começa, junto nasce uma poesia, cores se misturam por todos os lados desenhando em cantos a formosura de um olhar que revela, em um gesto uno, mil maneiras de dizer "eu te amo", pois um olhar vale mais do que mil escritos poéticos porque não há esforço para correspondência e, além disso, nenhum outro , além de nós mesmos, terá participação em nossa cumplicidade íntima, pois não há ninguém melhor que nós dois para cultivar uma relação intensa de sentimentos felizes e verdades em nosso cotidiano, em nossa vida.

Luiz Gonzaga

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Você de A a Z

Amanhece o dia, mais uma vez estou feliz de estar contigo.
Beleza singular de uma manhã com toque de encanto e desejo,
Caminhamos sempre juntos, rumo à eternidade;
Dois corpos, dois amantes, um único sentimento...
Eu e você formando a simbiose perfeita do amor
Felizes quando juntos, compartilhando os melhores momentos
Gostamos sempre do mesmo: eu de você e você de mim;
Heroísmo que invade nosso peito trazendo confiança recíproca.
Invernia invade nosso ser, relação que proporciona bons frutos.
Jamais aceitaremos a distância, estaremos presentes mesmo distantes;
Liliputianos estão sempre a nos seguir, contudo, nosso amor é maior do que eles,
Movemos e somos movidos pela parceria duradoura provocada pelo encontro dos sentimentos mais verdadeiros
Na mesura, identificamos cordialidade e respeito:
Ontem, hoje e sempre, ao seu lado quero bem-estar
Por que só existe uma única razão:
Quando estamos juntos, poesias fluem naturalmente,
Razão mais que suficiente para que reconheçam nossa atuação:
Somos dois indivíduos, unidos em um só sentimento,
Temos o melhor dos motivos para continuarmos nessa trajetória
Unidos para o que der e vier;
Valores humanos de boa correspondência...
Xavecando e sendo xavecado, namorados eternos;
Zimbório alcançado com facilidade pelo nosso amor.


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Desesperada esperança

O dia amanhece no sertão:
Galo canta, pássaros gorjeiam.
Começa mais um duro dia de esperança
Para aqueles que de sede agoniam.

Animais, racionais, desejosos.
Fracos, sem viço nem raciocínio.
Cambaleiam com enxadas ou chocalhos
Errantes pelo sertão, clamando por patrocínio.

Ou talvez, quem sabe, uma ajuda de coração,
 Por mais um pedaço de pão na barriga
Valeria até mesmo um financiamento de vida
Por parte daquele que, de um pouco compartilha.

Mas no horizonte surge a esperança,
É ali que está o depósito dos lindos sonhos
E a certeza de que um dia será feliz.
Longe do chão escaldante e dias enfadonhos sem raiz.

(Contribuição de Salmont Gonzaga)


sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Dia


O dia está para nascer
Raios de ouro iluminam os verdes campos;
Nuvens desenham episódios épicos no celeste azul
Horizontes se cruzam...
Fragrâncias nobres perfumam a atmosfera,
Astros coordenam nossas atividades.
O alvor surge sobre a planície iluminando nossos caminhos;
Alvorada que nos deixa apaixonados 
Relações alvissareiras quando juntas.
O ocaso se aproxima...
O azul-ferrente já está a aparecer
E mais uma noite estarei pensando
Em estar mais um novo dia com você. 


Luiz Gonzaga